217 913 700
Dias úteis: 9:00 - 18:00
EN
EN

Grandes insolvências mais que duplicam na Europa

Lisboa, 7 de agosto 2017 – 74 empresas com um volume de negócios superior a 50 milhões de Euros apresentaram insolvência nos primeiros três meses do ano, mais 30 do que no primeiro trimestre de 2016 – é o que demonstra o mais recente relatório macroeconómico da Euler Hermes (EH), acionista da COSEC, líder mundial em seguro de créditos.

Após três anos de quedas significativas nas insolvências (-13,6% em 2014, -8,4% em 2015 e -4% em 2016), a situação de aparente equilíbrio global esconde tendências regionais muito discrepantes. O estudo prevê uma queda de -1% nas insolvências a nível mundial este ano, seguida de uma subida de 1% em 2018.

Mascarado nos números mundiais está o acentuado aumento das grandes insolvências no primeiro trimestre de 2017. O volume de negócios acumulado destas empresas insolventes alcançou os 1,9 mil milhões de Euros, mais +34%. As 20 maiores empresas representam 70% do total global de empresas com 13,4 mil milhões de Euros de volume de negócios acumulado. Embora oito destas se situem nos EUA, foi a Europa que observou o maior aumento no número de grandes insolvências. Mais de uma em cada três grandes insolvências do primeiro trimestre ocorreram na Europa. 

Saiba mais no comunicado em anexo.

Grandes insolvências mais que duplicam na Europa

Lisboa, 7 de agosto 2017 – 74 empresas com um volume de negócios superior a 50 milhões de Euros apresentaram insolvência nos primeiros três meses do ano, mais 30 do que no primeiro trimestre de 2016 – é o que demonstra o mais recente relatório macroeconómico da Euler Hermes (EH), acionista da COSEC, líder mundial em seguro de créditos.

Após três anos de quedas significativas nas insolvências (-13,6% em 2014, -8,4% em 2015 e -4% em 2016), a situação de aparente equilíbrio global esconde tendências regionais muito discrepantes. O estudo prevê uma queda de -1% nas insolvências a nível mundial este ano, seguida de uma subida de 1% em 2018.

Mascarado nos números mundiais está o acentuado aumento das grandes insolvências no primeiro trimestre de 2017. O volume de negócios acumulado destas empresas insolventes alcançou os 1,9 mil milhões de Euros, mais +34%. As 20 maiores empresas representam 70% do total global de empresas com 13,4 mil milhões de Euros de volume de negócios acumulado. Embora oito destas se situem nos EUA, foi a Europa que observou o maior aumento no número de grandes insolvências. Mais de uma em cada três grandes insolvências do primeiro trimestre ocorreram na Europa. 

Saiba mais no comunicado em anexo.