217 913 700
Dias úteis: 9:00 - 18:00
EN
portugal
  • COSEC >
  • Notícias >
  • Procura por Seguros de Crédito e Caução regista crescimento em linha com a melhoria das condições económicas

Procura por Seguros de Crédito e Caução regista crescimento em linha com a melhoria das condições económicas

Lisboa, 31 de julho de 2018 – Os membros da International Credit Insurance & Surety Association (ICISA) - associação que engloba as empresas líderes mundiais de Seguro de Créditos e Caução, da qual a COSEC é membro – reuniram-se em Estocolmo para a 76ª Reunião Geral Anual, para debater as principais tendências e desenvolvimentos da indústria e do mercado.

Ao nível do produto seguro de créditos comerciais, a associação reportou um aumento da exposição para o valor de 2.4 triliões de euros, o que representa um crescimento de 3.7% face ao mesmo período do ano passado, acompanhado pelo incremento de 2% do volume de prémios, num total de 6.1 biliões de euros. O maior incremento da exposição face aos prémios evidencia uma redução do pricing médio, em resultado direto do período de menor sinistralidade que o setor atravessa, com indemnizações pagas no ano passado no valor de 2.8 biliões de euros, menos 1.5% que em igual período. Contudo, perspetiva-se a curto-prazo algum agravamento dos riscos e, de acordo com o presidente da ICISA, Patrice Luscan, o sector já está a inverter a tendência de redução do pricing em resultado de uma maior consciencialização do agravamento do risco.

Saiba mais no comunicado em anexo.

Procura por Seguros de Crédito e Caução regista crescimento em linha com a melhoria das condições económicas

Lisboa, 31 de julho de 2018 – Os membros da International Credit Insurance & Surety Association (ICISA) - associação que engloba as empresas líderes mundiais de Seguro de Créditos e Caução, da qual a COSEC é membro – reuniram-se em Estocolmo para a 76ª Reunião Geral Anual, para debater as principais tendências e desenvolvimentos da indústria e do mercado.

Ao nível do produto seguro de créditos comerciais, a associação reportou um aumento da exposição para o valor de 2.4 triliões de euros, o que representa um crescimento de 3.7% face ao mesmo período do ano passado, acompanhado pelo incremento de 2% do volume de prémios, num total de 6.1 biliões de euros. O maior incremento da exposição face aos prémios evidencia uma redução do pricing médio, em resultado direto do período de menor sinistralidade que o setor atravessa, com indemnizações pagas no ano passado no valor de 2.8 biliões de euros, menos 1.5% que em igual período. Contudo, perspetiva-se a curto-prazo algum agravamento dos riscos e, de acordo com o presidente da ICISA, Patrice Luscan, o sector já está a inverter a tendência de redução do pricing em resultado de uma maior consciencialização do agravamento do risco.

Saiba mais no comunicado em anexo.